Fechar

Afinal, o que é dieta low carb? Tire suas dúvidas aqui!

Você já deve ter ouvido falar na dieta low carb, modalidade de alimentação que reduz a quantidade de carboidratos ingeridos. Para aderir ao regime corretamente, é importante entender como ele funciona, quais alimentos são permitidos e o que se pode esperar de resultados. Por isso, neste artigo, respondemos às principais dúvidas sobre a dieta low carb. Confira:

Afinal, o que é a dieta low carb?

Essa dieta propõe a diminuição da quantidade de carboidratos ingeridos pelo indivíduo. Ainda não existe um consenso sobre qual é o tamanho dessa redução, mas estimativas mostram que, em uma dieta convencional, a ingestão de carboidratos corresponde a uma quantidade que vai de 50 a 55% dos alimentos consumidos. Na low carb, a taxa poderia ficar entre 45% e 5%, dependendo do cardápio seguido.

Em outros casos, indica-se comer de 50g a 100g de carboidratos por dia. Outra característica da low carb é a preferência pelo consumo de carboidratos de baixo índice glicêmico, como batata doce e inhame, que ajudam no emagrecimento.

Como iniciar a dieta e quais os alimentos indicados?

O ideal é que você busque um profissional para orientá-la, especialmente no início do processo. Um nutricionista ou nutrólogo poderá elaborar um cardápio adequado às necessidades do seu corpo, garantindo a saúde do organismo durante a dieta.

Veja abaixo alguns alimentos indicados nesse tipo de dieta.

  • verduras e legumes: abobrinha, acelga, agrião, aipo, alface, aspargos, berinjela, brócolis, cogumelos, couve-flor, couve, tomate cereja, pimentão, espinafre, pepino, cebola, chuchu, vagem, rúcula, escarola, alho-poró;
  • frutas: abacate, morango, coco, pêssego, melão;
  • proteínas: carnes magras, como peixes e aves sem pele;
  • fontes de gordura saudáveis, como azeite, abacate e oleaginosas.

Quais resultados são esperados?

A dieta low carb é conhecida por promover o emagrecimento rápido, mas especialistas afirmam que é preciso ser cauteloso. Críticos dessa dieta defendem que ela pode ajudar a perder peso rápido, mas não a longo prazo, o que leva ao efeito sanfona.

Além disso, poderia prejudicar o desempenho durante a prática de atividades físicas. Como os carboidratos são responsáveis por fornecer energia às células, a restrição no consumo levaria o indivíduo a se sentir menos disposto.

Por outro lado, defensores da low carb apontam que o consumo exagerado de carboidratos pode levar a um aumento na produção de insulina, hormônio cujos riscos estão associados ao desenvolvimento da diabetes. Além disso, o açúcar que deriva do carboidrato é potencialmente inflamatório e prejudicial ao corpo.

Qual a diferença entre a dieta low carb e a Paleo?

Apesar de semelhantes, as dietas low carb e Paleolítica não são a mesma. Enquanto na primeira o foco é a redução na quantidade de carboidratos por dia, a segunda prevê apenas a ingestão de alimentos que eram consumidos por nossos ancestrais no período paleolítico.

Outra característica da low carb é que não há restrição a laticínios fermentados (como queijo e iogurtes), diferentemente da dieta Paleo. Nesta última, também se evita alimentos industrializados ou processados. Por isso, os carboidratos ingeridos vêm mais de frutas e vegetais. Além disso, são eliminados grãos como trigo, aveia e soja (que não faziam parte da dieta dos seres humanos na era paleolítica).

A dieta low carb pode ser uma aliada da alimentação quando executada de maneira saudável e equilibrada. É tudo uma questão de hábito. E como mostramos aqui, ela inclui uma grande diversidade de alimentos gostosos, então fica muito mais fácil aderir.

Agora que você já sabe como funciona a dieta low carb, que tal aprender um pouco mais sobre a dieta cetogênica?

Comentários

Comentário

Fechar