Fechar

Erros alimentares: 5 equívocos que você não pode cometer ao tentar se alimentar melhor

Quando começamos um novo hábito alimentar, é comum acontecer alguns equívocos. Às vezes, caímos em ciladas sem perceber, o que pode ser bastante crucial para a saúde e nos desviar do real objetivo: uma dieta com saúde. Por isso, existem alguns erros alimentares que devem ser evitados.

Saiba agora como não cometer alguns deslizes bem comuns e veja como solucionar essas questões importantes para comer de forma correta!

1. Apegar-se às calorias

Rejeitar alimentos que têm algumas calorias a mais pode, sim, ser um erro alimentar. Importar-se apenas com esse fator, sem levar em consideração outras substâncias que possam estar presentes, vai deixar sua dieta pobre.

Abacate e oleaginosas, por exemplo, são alimentos um pouco mais calóricos, mas são ótimas fontes de nutrientes. O essencial para uma alimentação totalmente saudável é ter em mente que estar bem e consumir alimentos de qualidade são os principais objetivos.

2. Seguir dietas de outras pessoas

Sabe-se que cada corpo tem suas particularidades e, quando se trata de questões como dietas, essa verdade continua valendo. É normal que algumas pessoas compartilhem suas rotinas e restrições, mas o perigo mora aí: seguir sugestões de quem não entende do assunto vai trazer resultados negativos para sua reeducação alimentar.

Não se baseie nas dicas alheias e vá atrás de um profissional que possa criar a melhor dieta focada em você. As chances de sua alimentação ser melhor e mais agradável são bem maiores quando elas são voltadas especialmente para seu biotipo e questões particulares.

3. Restringir alimentos

Chega uma etapa da vida em que decidimos não ingerir alimentos que possam ser um problema para saúde (açúcar, por exemplo) com o intuito de um bom funcionamento do organismo. Mas, isso acaba sendo um mito. Para uma dieta saudável, o importante é não exceder na quantidade.

Além disso, o ideal é consumir produtos que não tenham passado por muitos processos de industrialização. Quanto mais natural, melhor.

4. Abster-se de gordura a todo custo

Sempre tem alguém que não querem de jeito nenhum ingerir alguns alimentos por achar que eles são gordurosos e vão influenciar negativamente a dieta. Não se engane: nosso organismo necessita de gorduras insaturadas, pois elas ajudam a reduzir o colesterol ruim e a pressão arterial.

Então, a dica principal é começar a ingerir alimentos com gorduras boas: castanhas, cerais, leguminosas, queijos, azeite extravirgem e carnes são alguns exemplos. Procure o que combina mais com seu paladar!

5. Voltar a alimentação para suplementação

Quem procura manter uma boa alimentação não deixa faltar os suplementos, sejam eles em comprimidos ou ervas medicinais.

No entanto, o excesso de remédios, chás e ervas pode desencadear problemas em áreas específicas do corpo. O fígado, por exemplo, fica sobrecarregado, e os músculos acabam sofrendo com o enrijecimento.

Mantenha-se informado quanto a alimentos que possam ter determinadas fontes de vitaminas e elementos benéficos para você. Os meios naturais são sempre as melhores recomendações.

Percebeu como é normal cometer alguns erros alimentares quando procuramos ter uma dieta mais saudável? Com essas dicas, você estará preparado para continuar mantendo o estilo de vida que deseja. E o melhor: sem dificuldades! Aproveite e aplique-as no dia a dia!

Gostou? Então, veja aqui como fazer uma reeducação alimentar!

A OneMarket é seu mercado online de alimentação inclusiva. Saiba mais sobre como vamos mudar o que você sabe sobre alimentação saudável. Quero Conhecer

Comentários

Comentário

Fechar