Fechar

5 dicas para conviver bem com a intolerância ao glúten

Um termo tem estado cada vez mais presente em notícias, rodas de conversa e buscadores de pesquisa na internet — estamos falando de intolerância ao glúten. Diferentemente do que ocorre com quem possui a doença celíaca, os intolerantes ao glúten conseguem processar essa proteína, porém, costumam sentir uma série de desconfortos, como gases, diarreia, dores e inchaço.

E qual a solução? Ficar distante dos alimentos que contenham glúten. Embora isso possa parecer difícil, a boa notícia é que quem possui intolerância a glúten consegue viver de forma saudável e confortável com o problema, basta aplicar algumas dicas simples no dia a dia. Ficou curioso para saber quais? Então acompanhe a leitura!

Produtos Sem Lactose é na OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos sem lactose e sem lácteos do país. Encontre os produtos que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Experimentar
Produtos Sem Açúcar é na OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos sem açucar do país. Encontre os produtos que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Experimentar
Produtos Veganos é na OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos veganos do país. Encontre os produtos que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Experimentar
Produtos Sem Glúten é na OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos glúten do país. Encontre Schãr, Aminna, Belive, Casarão e outras marcas que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Experimentar
Conheça a OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos saudáveis do país. Encontre snacks, alimentos a granel, suplementos e outros produtos que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Conhecer
1. Fique atento na hora de preparar os alimentos

Algo muito curioso e que merece cuidado é o local onde será preparado o alimento, como a bancada da cozinha. Ela deve estar devidamente higienizada para que não tenha resquícios de produtos com glúten. O mesmo vale para os utensílios domésticos.

Dica preciosa: tenha seus próprios utensílios para preparar os alimentos e os deixe separados. 

2. Leia sempre o rótulo dos produtos

legislação brasileira obriga os fabricantes da indústria alimentícia a informarem no rótulo do produto a presença do glúten. Por isso, é importante prezar por adquirir produtos frescos e que tenham sido embalados na fábrica, assim é possível verificar se há glúten ou não.

Dica preciosa: além do glúten, não ingira produtos que possuam a presença de itens como malte, trigo, centeio, aveia, amido e cevada. 

3. Tenha seus próprios alimentos

Outra estratégia para evitar a contaminação com glúten é ter produtos de passar no pão, como manteiga e requeijão, separados do que os demais membros da família usam. Isso porque o compartilhamento maximiza as chances de você ingerir resíduos que contenham glúten.

Dica preciosa: para não haver confusão, rotule os produtos colocando o seu nome. 

4. Faça substituições inteligentes

Embora muitas pessoas acreditem que não ingerir glúten é sinônimo de ter que deixar pães e massas em geral de lado, a realidade não é essa. Existe uma série de alternativas no mercado que são excelentes para substituir a farinha de trigo. Com o fácil acesso à internet, é possível encontrar um universo de receitas que não levam glúten.

Dica preciosa: nas receitas, utilize farinha de arroz integral, fécula de batata, fécula de mandioca, farinha de milho, amido de milho ou farinha de soja. 

5. Coloque em prática um cardápio saudável

Descobrir intolerâncias alimentares é também uma oportunidade para rever os hábitos alimentares diários, encontrando alternativas saborosas e saudáveis que consigam suprir as necessidades alimentícias diárias.

Dica preciosa: reflita sobre as frutas de que você mais gosta e as compre semanalmente; descubra os cereais integrais sem glúten e passe a ingeri-los; e aposte nas oleaginosas (amendoim, castanha, nozes) para consumir no intervalo das refeições principais.

Percebeu o quanto essas estratégias são simples? Elas são bem estratégicas para conseguir conviver bem com a intolerância ao glúten e também são muito úteis para quem tem doença celíaca. Inclusive, se você costuma confundir os dois termos, veja abaixo uma explicação simples.

Doença celíaca: é uma reação imunológica à ingestão do glúten. Além dos sintomas desagradáveis, como a diarreia, ocorre uma inflamação que danifica o revestimento do intestino delgado, originando complicações médicas que também impedem a absorção de alguns nutrientes.

Intolerância a glúten: devido à falta de uma enzima, quem é intolerante ao glúten não consegue fazer uma boa digestão dos alimentos que contêm essa proteína. A diarreia também é um dos principais sintomas.

Agora que você já sabe como é possível conviver bem com a intolerância ao glúten, que tal se informar um pouco sobre os sintomas dessa intolerância? Vale a pena conferir!

Comentários

Comentário

Fechar