Fechar

Hipersensibilidade ao glúten, inflamação e doenças autoimunes

Não é difícil encontrar quem tenha dúvidas sobre as diferenças entre hipersensibilidade ao glúten e doença celíaca, não é verdade? Afinal, ambas as patologias compartilham de alguns aspectos, levantam questões sobre doenças autoimunes associadas e exigem não apenas uma readequação alimentar, mas também uma mudança de estilo de vida.

Por isso, se você foi diagnosticado com alguma delas (ou conhece alguém que tenha sido) e quer saber mais a respeito do assunto, está no lugar certo! Aqui vamos explicar o que acontece, de fato, com o seu corpo e, de quebra, dar dicas sobre substituição de alimentos na dieta. Acompanhe!

Produtos Sem Lactose é na OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos sem lactose e sem lácteos do país. Encontre os produtos que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Experimentar
Produtos Sem Açúcar é na OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos sem açucar do país. Encontre os produtos que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Experimentar
Produtos Veganos é na OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos veganos do país. Encontre os produtos que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Experimentar
Produtos Sem Glúten é na OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos glúten do país. Encontre Schãr, Aminna, Belive, Casarão e outras marcas que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Experimentar
Conheça a OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos saudáveis do país. Encontre snacks, alimentos a granel, suplementos e outros produtos que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Conhecer
Doença celíaca: o que é, diagnóstico e tratamento

A doença celíaca, que se manifesta em pessoas geneticamente predispostas, é uma resposta imunológica à ingestão do glúten que é encontrado em alimentos feitos com trigo, cevada e centeio, como cerveja, cereais, pães etc.

Por conta disso, é ocasionado um processo inflamatório no trato intestinal (delgado) que, ao passar do tempo, faz com que o órgão perca a capacidade de absorver os nutrientes provenientes da alimentação e que são necessários para o bom funcionamento do organismo.

Devido a isso e a demora em muitas pessoas para identificar que convivem com a doença celíaca — e consecutivamente mudar o estilo de vida —, não é incomum a associação dela com outras doenças autoimunes, como fibrose cística, psoríase, diabetes, artrite reumatoide, hiper/hipotireoidismo etc. Alguns dos principais sintomas que seus portadores apresentam são:

  • alterações de humor;
  • prisão de ventre;
  • sensação de desconforto abdominal;
  • diarreia frequente;
  • inchaço abdominal;
  • anemia;
  • dermatite;
  • aftas recorrentes;
  • enjoo e vômito;
  • perda de peso; e
  • falta de apetite.

Ao identificar um ou mais sintomas, é necessário contar com um acompanhamento médico e realizar exames de sangue com os anticorpos que vão reagir ou não ao glúten. Além dele, o profissional da área de saúde pode solicitar a realização complementar de uma endoscopia para coletar uma amostra do tecido intestinal e, posteriormente, efetuar biópsia.

Em caso positivo para a doença, o tratamento consistirá em uma readequação alimentar que vai não apenas minar os sintomas, como proporcionar mais qualidade de vida.

Hipersensibilidade ao glúten: o que é, diagnóstico e tratamento

A hipersensibilidade ao glúten (também chamada de sensibilidade não-celíaca), por sua vez, não se trata de uma reação imunológica capaz de provocar danos e alterações gastrointestinais, mas sim uma sensibilidade que pode variar de grau e intensidade ao consumo de alimentos que contenham esse componente. Os principais sintomas são:

  • dor abdominal;
  • dores de cabeça;
  • prisão de ventre;
  • fadiga;
  • diarreia; e
  • flatulência.

Outro aspecto que a diferencia da primeira patologia apresentada é que, nesse caso, não há a presença de marcadores que respondam a sorologia celíaca. Ou seja, exames de sangue e endoscopia não são assertivos em determinar a hipersensibilidade por ela não reagir da mesma maneira que a doença celíaca.

Logo, é o acompanhamento por médicos gastroenterologistas e nutricionistas que ajudará a diagnosticar o problema por meio de interrupções programadas na alimentação atual em paralelo com uma dieta livre de glúten

O que dizem os estudos

Uma pesquisa feita em 2011 na área de reumatologia clínica por especialistas de três centros médicos mexicanos, e publicada na revista científica espanhola Elsevier Doyma, detectou que quase 20% dos 85 pacientes com artrite reumatoide que participaram do levantamento apresentaram resultado positivo para antigliadina.

Por esse motivo, foram submetidos a uma dieta bimestral livre de glúten, o que resultou em uma melhora significativa de até 40,2% nos sintomas. Em outro relatório, também divulgada na mesma publicação, foi demonstrado que o glúten é um fator que aumenta a incidência do desenvolvimento do diabetes tipo 1.

Com isso, os autores, que atuam no Department of Women’s and Children’s Health do Akdemiska Hospital, na Suécia acendem o debate sobre a importância não apenas do diagnóstico da doença celíaca, mas também a exclusão de alimentos que contenham glúten da dieta tanto de crianças quanto adultos.

Já em estudo elaborado com 41 pacientes pelo National Center for Biotechnology Information, dos Estados Unidos, foi detectada uma correlação entre doença celíaca e a manifestação de psoríase.

Para chegar a essa conclusão, os médicos pesquisadores analisaram a prevalência da antigliadina (AGA), antitransglutaminase (TGT) e antiendomísio (EMA) em testes com dois grupos: portadores da doença e não-portadores. Ao todo, os resultados apontaram os números elevados para o primeiro caso, chegando a 34,1%.

Dicas para substituição de alimentos com glúten

Depois de ler sobre as características da hipersensibilidade ao glúten e a doença celíaca, você deve estar se perguntando como ter uma dieta alimentar saudável em vista da exclusão de alimentos comuns na nossa rotina, como os que são feitos com trigo, centeio e cevada, não é verdade?

Acontece que essa não é uma tarefa impossível como muitos ainda insistem em acreditar. Na realidade, retirar o glúten da alimentação é uma medida benéfica a todos podendo contribuir para uma maior sensação de bem-estar, mais energia ao longo do dia e, inclusive, ajudar a reduzir medidas.

Para isso, é preciso redescobrir os alimentos que saciam e oferecem os nutrientes necessários para o seu organismo. Abaixo, nós trazemos uma seleção de alguns deles que podem fazer parte dessa readequação do que vai à sua mesa (lembrando sempre de consultar o rótulo destes alimentos):

  • bebidas: água, sucos, chás de ervas e café;
  • proteína animal: carne, peixes e ovos;
  • gorduras insaturadas: azeite, óleo de girassol, azeitonas, abacate etc;
  • leguminosas: ervilha, lentilha, soja, grão-de-bico etc;
  • frutas: laranja, banana, morango, açaí, melão, uva etc.

Além disso, é possível desfrutar de produtos que são gluten free, ou seja, que não possuem esse componente, e diversificar ainda mais o seu cardápio diário com pães, barras, snacks, bolos entre outras opções.

Agora que você já sabe a diferença entre hipersensibilidade ao glúten, doença celíaca e as reais associações desta com outras doenças autoimunes, será muito mais fácil readequar sua alimentação com as nossas dicas de substituição de alimentos e adotar um estilo de vida que, acima de tudo, favoreça à sua saúde.

Ficou curioso em saber mais a respeito do glúten? Não deixe de ler também sobre ataxia induzida por glúten!

Compre produtos sem glúten na OneMarket

  • Mais Pura Pipoca Salgada Lemon Pepper 50g - Mais Pura R$ 10.40
  • Schar Pão Francês 130g - Schar R$ 9.86
  • Aminna Farinha de Rosca sem Glúten 400g - Aminna R$ 9.80
  • Good Soy Brownie Chocolate sem Glúten 40g - Good Soy R$ 4.60
  • Vittadely Kit Snacks Multicereais Poplev 50g (4 unidades) - ... R$ 25.08
  • Belive Snack de Batata Doce sabor Mostarda e Mel 35g - Be... R$ 3.92
  • Pic-Me Kit Purê de Frutas Amarelas e Chia 100g (3 unidad... R$ 19.67

Veja outros produtos

Comentários

Comentário

Fechar