Fechar

Conheça os principais sintomas da APLV

É cada vez mais comum o número de crianças que apresentam os sintomas da APLV ou alergia à proteína do leite de vaca. A realidade está na mesa de muitas discussões, levantando ainda se o leite faz mesmo bem para a saúde e se deve seguir na alimentação dos adultos por tanto tempo.

Ainda assim, poucas pessoas conhecem os verdadeiros sintomas de APLV, um fato que faz com que ela seja muito confundida com uma alergia comum. Como você deve imaginar, essa não é a situação ideal, ainda mais quando estamos falando dos nossos pequenos.

Se você quer se informar de forma consistente, não deixe de conhecer os sintomas mais comuns e ficar de olho quando eles aparecerem. Vamos nessa?

Produtos Sem Lactose é na OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos sem lactose e sem lácteos do país. Encontre os produtos que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Experimentar
Produtos Sem Açúcar é na OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos sem açucar do país. Encontre os produtos que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Experimentar
Produtos Veganos é na OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos veganos do país. Encontre os produtos que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Experimentar
Produtos Sem Glúten é na OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos glúten do país. Encontre Schãr, Aminna, Belive, Casarão e outras marcas que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Experimentar
Conheça a OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos saudáveis do país. Encontre snacks, alimentos a granel, suplementos e outros produtos que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Conhecer
O que é APLV?

A alergia à proteína do leite de vaca (APLV), como as demais alergias alimentares, acontece quando o nosso sistema imunológico reage às proteínas presentes nos alimentos por considerá-las elementos estranhos e perigosos.

Com isso, o organismo começa a produzir células inflamatórias e anticorpos específicos (IgE) para combater as moléculas “invasoras”. É justamente essa reação que desencadeia o processo alérgico, acarretando reações de pele, gastrintestinais, sistêmicas ou respiratórias.

Entre os principais fatores de risco para a APLV estão:

  • genética: crianças com pais alérgicos, por exemplo, são mais propensas a desenvolver a alergia;
  • exposição precoce às proteínas do leite de vaca. Aqui, o contato ocorre sobretudo por meio das fórmulas infantis, que têm o alimento em sua composição e são oferecidas aos pequenos que não conseguem mamar no peito. ​

Como o sistema imune dos bebês ainda está se desenvolvendo, as chances de que as proteínas sejam encaradas como nocivas, causando uma reação alérgica pelo organismo, são certamente maiores. A estimativa é de que 2 a 3% das crianças menores de 3 anos apresentem APLV.

Quais são os sintomas de APLV imediatos?

As reações imediatas acontecem quando o organismo já começa a produzir anticorpos para as proteínas do leite de vaca assim que a ingestão acontece. Elas são mais persistentes e podem piorar muito com o passar dos anos.

Para ser considerada imediata, a reação deve acontecer de segundos até 2 horas depois da ingestão do leite. Os sintomas mais comuns envolvem inchaço dos lábios e olhos (angioedema), urticária (placas vermelhas pelo corpo), vômitos ou diarreia, chiado no peito, choque anafilático e dificuldade de respirar.

Nesse caso, como acontece liberação de anticorpos (IgE), os testes podem medir a presença deles no sangue. Ainda assim, isso não é o suficiente para o diagnóstico. Portanto, é fundamental ficar de olho em todas as mudanças e nas reações com qualquer tipo de alimento.

Quais são as reações tardias?

As reações tardias, também conhecidas como não mediadas por células, acontecem sem a liberação de anticorpos específicos. Entretanto, engana-se quem pensa que o paciente não sente nada. Os sintomas aparecem horas ou dias depois da ingestão do leite, o que pode parecer apenas um detalhe, mas dificulta muito o diagnóstico.

Nesse caso, os sintomas mais comuns são vômitos (com o detalhe de acontecerem muito depois da ingestão), diarreia com possibilidade de muco e sangue, intestino preso, inflamação do intestino, assaduras, cólica, irritabilidade e, até mesmo, fissura perianal.

Como não liberam anticorpos, os exames de sangue não podem ajudar nesse sentido. O diagnóstico deve ser investigado com base no histórico clínico, na dieta livre de alimentos com proteína do leite e no teste de provocação oral.

Quais são as reações mistas?

Para fechar os tipos de reações que podem revelar os sintomas de APLV, não poderíamos deixar de falar das mistas. Como o próprio nome indica, nesse caso, a criança pode apresentar os dois tipos de reações: imediatos e tardios.

Os sintomas mais comuns envolvem asma, refluxo, inflamação do esôfago e/ou do estômago, diarreia, dermatite atópica de moderada a grave (descamação e ressecamento da pele), vômito e dor abdominal.

Como é feito o diagnóstico da APLV?

Para o diagnóstico da APLV, o médico responsável pode solicitar alguns exames, no entanto, nenhum deles pode concluir ou descartar a hipótese da alergia quando feito sozinho. É preciso fazer toda a análise do histórico clínico junto à resposta a uma dieta isenta de leite, derivados e quaisquer alimentos que possuam as proteínas em questão por 2 a 4 semanas, a depender dos sintomas.

Para as crianças que ainda são amamentadas no seio, é necessário manter o leite materno. Nesses casos, quem fará a dieta é a mãe.

De um modo geral, o diagnóstico é concluído, no máximo, em 4 semanas se as seguintes etapas forem cumpridas corretamente:

  1. análise da história clínica do paciente;
  2. realização de exames laboratoriais;
  3. adoção de uma dieta isenta das proteínas do leite pelo tempo determinado;
  4. teste de Provocação Oral.

Para os pais, é fundamental manter a paciência no início do diagnóstico, uma vez que, nos casos de reações tardias, os sintomas podem demorar a passar após o início da dieta. Dessa forma, é comum que as crianças demorem até 4 semanas para, de fato, apresentar um quadro de melhora significativo.

Muitos pais, nesses casos, podem acabar não acreditando no processo diagnóstico, mudando de médico ou deixando de seguir as orientações passadas. Isso pode atrasar ainda mais a conclusão do quadro e a melhora da criança.

Como é o tratamento para a APLV?

Primeiramente, é preciso entender que os medicamentos podem até ajudar a mascarar e reduzir os sintomas, contudo, não tratam a alergia em si.

Até então, o único tratamento de eficácia comprovada para o quadro de APLV é a adoção de uma dieta livre de quaisquer alimentos que apresentem em sua composição as proteínas do leite. O tempo determinado pode ser de 6 a 12 meses, dependendo da idade e do tipo de reação que a criança apresenta.

A APLV tem cura?

É completamente possível que as crianças que desenvolvem tolerância ao leite, com o passar do tempo, se curem da alergia. Para que isso aconteça, é fundamental seguir o tratamento passado pelo médico corretamente. Não é possível citar um tempo exato para a cura, uma vez que isso depende muito do tipo de reação e da forma como o organismo da criança reage.

Depois de saber um pouco mais sobre quais são os tipos de reações que seu filho pode ter, não deixe de ficar de olho. Conhecer os sintomas de APLV é a melhor forma de se preparar de forma certeira para esse momento. Em caso de suspeitas, não deixe de procurar um médico.

Compre produtos sem lácteos na OneMarket

  • Vittadely Snack Multicereais Poplev Ervas Finas 50g - Vittad... R$ 6.60
  • Vittadely PopLev Frutas Roxas 50g - Vittadely R$ 5.21
  • Ouro Moreno Barra de Chocolate com Avelã 20g - Ouro Moreno R$ 4.50
  • Ouro Moreno Barra de Chocolate com Amêndoas 20g - Ouro Moreno... R$ 4.50
  • Ouro Moreno Barra de Chocolate com Coco 20g - Ouro Moreno R$ 4.50
  • Genevy Chocolate Puro com Açúcar de Coco 80g - Only 4 R$ 17.15
  • Genevy ZeroMilk Crisp 80g - Genevy R$ 13.70
  • Genevy ZeroMilk Morango 80g - Genevy R$ 13.70
  • Genevy ZeroMilk Menta 80g - Genevy R$ 13.70
  • Mais Mu Farinha de Coco 150g - Holy Nuts R$ 17.90

Veja outros produtos

Comentários

Comentário

Fechar