Fechar

Entenda como identificar o refluxo em crianças

Sabe aquele incômodo da queimação que às vezes sentimos na garganta ou uma azia após algumas refeições? Isso pode ser o refluxo gastroesofágico, que é a volta do alimento – sólido ou líquido – do estômago para o esôfago.

O problema é que isso não acontece só em adultos, pois muitas vezes pode-se notar os sintomas também em crianças. Você já constatou esse sintoma e sabe o que fazer nesse caso? Leia o nosso post e saiba como identificá-lo!

O que é o refluxo em crianças?

O refluxo gastroesofágico nada mais é do que a volta do alimento do estômago para o esôfago, causando sensações ruins e até mesmo vômitos. Ele ocorre nas crianças pela imaturidade do esfíncter, estrutura muscular responsável pela abertura da passagem dos alimentos para o estômago. Quando ele é fraco ou ainda não está formado, não é capaz de segurar o alimento, resultando no mal-estar.

A grande maioria dos bebês apresenta refluxo gastroesofágico, já que isso faz parte do desenvolvimento infantil devido à imaturidade do corpo. Porém, é preciso ficar atento se, com o passar do tempo, os sintomas não diminuírem.

Produtos Sem Lactose é na OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos sem lactose e sem lácteos do país. Encontre os produtos que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Experimentar
Produtos Sem Açúcar é na OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos sem açucar do país. Encontre os produtos que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Experimentar
Produtos Veganos é na OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos veganos do país. Encontre os produtos que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Experimentar
Produtos Sem Glúten é na OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos glúten do país. Encontre Schãr, Aminna, Belive, Casarão e outras marcas que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Experimentar
Conheça a OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos saudáveis do país. Encontre snacks, alimentos a granel, suplementos e outros produtos que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Conhecer
Como identificar?

O refluxo em bebês manifesta-se geralmente por meio de golfadas em pequenas quantidades após as mamadas. Os pequenos também podem sentir desconforto, o que muitas vezes é confundido com cólica.

Em bebês, o refluxo não deve ser considerado preocupante quando acontece após a mamada. Porém, quando ocorre muito tempo depois de se alimentar, ele precisa ser avaliado pelo pediatra.

O sintoma deve passar ao longo do crescimento, mas o refluxo pode continuar e vir a ser identificado nas crianças observando outros sintomas, como:

  • sono agitado;
  • vômitos;
  • irritação e choro fora do normal;
  • rouquidão, pois a laringe fica inflamada graças à acidez do estômago;
  • dificuldade para ganhar peso;
  • inflamações frequentes nos ouvidos;
  • dor no tórax;
  • dor abdominal.

Em alguns casos, o refluxo pode indicar outro problema, como a APLV – Alergia à Proteína do Leite de Vaca. É importante ressaltar que, ao notar qualquer sintoma ou desconforto vindo da criança, o pequeno deve ser levado ao pediatra para identificar a causa real.

Como diminuir o problema?

Sabemos que o refluxo nos adultos gera muito incômodo, imagine então nas crianças? Por isso, é fundamental tomar alguns cuidados para diminuir o problema, como mexer o mínimo possível na criança depois de mamar. O corpo do bebê deve ficar elevado por cerca de 30 minutos, para que assim o leite se acomode no estômago.

A famosa técnica de arrotar após a mamada é muito importante, pois elimina o ar ingerido e diminui o mal-estar. Na hora de dormir, deite a criança com o tronco elevado, posicionando uma almofada sob o colchão.

Para diminuir o refluxo em crianças, o cuidado com alimentação deve ser redobrado. As mães que amamentam também devem prestar atenção para evitar excesso de gorduras e açúcar, que podem passar para o leite.

alimentação saudável é o melhor caminho para a redução dos sintomas. O ideal é deixar de lado refeições volumosas e comer em pouca quantidade, com intervalos menores entre as refeições.

Agora que você entendeu como identificar e o que fazer para diminuir os sintomas de refluxo em crianças, mantenha-se atento para qualquer sinal que aparecer nos pequenos.

Quer ficar ainda mais por dentro de dicas de saúde e alimentação? Curta nossa página no Facebook e não perca nenhum de nossos conteúdos!

Comentários

Comentário

Fechar